22 de outubro de 2011

Amigo


Vosso amigo é a resposta a vossas necessidades.
Ele é o campo que semeias com amor e colheis com agradecimento.
É a vossa mesa e o vosso fogão.
Pois vindes a ele com fome e o buscai para ter paz.
Quando seu amigo fala com sinceridade, não tenhais medo do "não" em
vossa mente, nem restrinjas o "sim".
E quando ele estiver silencioso, vosso coração não deixa de escutar o coração dele;
Pois sem palavras, todos os desejos e todas as expectativas nascem
e são compartilhados, com uma alegria imensurável.
Quando sois parte de vosso amigo, não sofreis;
Pois o que mais amais poderá ficar mais claro em sua ausência,
como a montanha, para os alpinistas, fica mais clara da planície.
E que o propósito da amizade não seja mais do que aprofundar o espírito.
Pois o amor que busca mais do que a descoberta de seu próprio mistério não é amor;
mas uma rede: e apenas o inútil é pescado.
E o que o que tenhais de melhor seja para o vosso amigo.
Para que ele conheça a vazante da vossa maré, deixai também conhecer a vossa enchente.
Pois o que é vosso amigo para que o busqueis para matar o tempo?
Buscai-o sempre para viver o tempo.
Pois ele deverá preencher vossa necessidade, mas não o vazio.
E na doçura da amizade, que haja risos e o compartilhar dos prazeres.
Pois no orvalho das pequenas coisas é que o coração encontra sua manhã e se renova.

Khalil Gibran

Postar um comentário