13 de setembro de 2009

Religião do Amor

Meu coração tornou-se capaz
de assumir qualquer forma;
ele é um pasto para gazelas e um convento 
para monges cristãos,
um templo para ídolos e a Caaba dos peregrinos,
as tábuas da Torah e o livro do Corão.

Eu sigo a religião do Amor:
qualquer que seja o caminho que o Amor toma,
esta é a minha religião e a minha fé.

 Ibn' Arabi, séculolos XII-XIII
 
Postar um comentário