22 de fevereiro de 2012

Mundos Invisíveis


Pra mim o invisível é uma questão de Fé (aquela que vivenciamos dentro de nós), para os que tem fé esse é o nosso mundo interior, repleto de mundos,imagens, sons, com personagens e histórias que se entrelaçam em uma grande rede, é a grande ópera ou espetáculo de nossas vidas um mundo representado por criaturas feitas de todo tipo de tecido, cor, cheiro, gosto , é nosso pano de fundo de nós mesmos.
Somos ao mesmo tempo a platéia e os atores encenando seu espetáculo, com exóticas personas que mostram nossos mínimos detalhes... é um invisível possível de ser visto e encarado para buscarmos nossa "perfeição".
Jung foi um estudioso desse grande teatro, por ele e através dele foi possível adentrarmos nesse mundo invisível e termos o prazer de nos apresentarmos, de erguer as cortinas e adentrarmos nos bastidores mais profundos de nossa alma.
É sempre hora de assistirmos e participarmos desse Show, basta a atenção e amarmos nossa infinita maneira de ser eternos.
LúKhayyám
Postar um comentário